in

Dragon Ball Super: mangá deixa fãs confusos sobre as Esferas do Dragão

Dragon Ball Super: mangá deixa fãs confusos sobre as Esferas do Dragão

O novo capítulo do mangá de Dragon Ball Super deixou uma grande dúvida em relação ao atual uso das Esferas do Dragão.

Aparentemente, elas foram utilizadas recentemente, mas ninguém sabe dizer exatamente quando, o que pode representar um furo no roteiro.

Enquanto isso, a situação se torna bastante perigosa, inclusive para quem permanece na Terra.

Os piratas espaciais conhecidos como Heeters surpreenderam em uma visita à Terra. O alvo foi a casa de Bulma e a Corporação Cápsula, onde eles buscavam o Radar do Dragão para localizar as esferas da Terra com mais facilidade.

No entanto, nenhuma das esferas apareceu no radar, indicando que elas não estão prontas para uso, por terem sido reunidas há menos de um ano.

O problema é que a história não deixa claro em nenhum momento recente que as esferas tenham sido usadas. Uma explicação possível remonta ao capítulo 59 do mangá, ainda na saga de Moro, o Devorador de Planetas.

Durante a luta contra o vilão, Gohan avisa a Goku para que não se preocupe com eventuais danos causados a Terra, já que as Esferas do Dragão poderiam ser reunidas para restaurar tudo.

Porém, não fica claro que Sheng Long tenha sido evocado para isso após a derrota de Moro.

Sobre Dragon Ball Super

Dragon Ball Super estreou em anime e em mangá na mesma data: 5 de julho de 2015. O anime foi concluído menos de três anos depois, em março de 2018.

A história segue as aventuras de Goku com seus amigos e é uma sequência direta da saga de Majin Boo – ou seja, ignorada os eventos de Dragon Ball GT, que não são canônicos.

O protagonista encontra seres mais poderosos, de outras localidades do universo, e precisa derrotar as divindades destrutivas.

O mangá de Dragon Ball Super é publicado no Brasil pela editora Panini, com capítulos mensais, publicados online pela editora Shueisha. A arte é de Toyotaro, com supervisão do criador da franquia, Akira Toriyama.

O anime teve exibição no streaming Crunchyroll e no Cartoon Network.

O que você acha?

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Invocação do Mal 3: primeiro trailer oficial reinventa a franquia e está de arrepiar

Invocação do Mal 3: primeiro trailer oficial reinventa a franquia e está de arrepiar

Sony finalmente libera os filmes do Homem-Aranha para o Disney+

Sony finalmente libera os filmes do Homem-Aranha para o Disney+